NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Farmacêuticos de Goiás, por meio de nota, repudia a postura de atletas flagrados em exames antidopings, em querer responsabilizar as Farmácias para justificaram a ingestão de substâncias proibidas para melhorarem o desempenho.

Em matéria veiculada no programa, Globo Esporte, um atleta pego no exame antidoping culpou as Farmácias de Manipulação em produzir medicamentos contaminados.
Uma atitude inaceitável de um esportista que deveria ser exemplo para nossos jovens.
É no mínimo estranho encontrar tantos casos de suplementos contaminados num espaço tão curto de tempo.

O setor magistral representa um importante segmento do mercado brasileiro de medicamentos. As farmácias de manipulação trabalham com uma legislação bem extensa, têm um rígido controle de qualidade e seus farmacêuticos estão sempre em busca de qualificação. São farmácias seguras e as fiscalizações são rigorosas, é raro que aconteça algum tipo de erro.
Nossa solidariedade aos farmacêuticos magistrais. Não podemos permitir a banalização da nossa prática profissional.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/olimpiadas/noticia/com-25-de-dopings-com-mesma-defesa-atletas-e-farmacias-entram-em-guerra.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*